segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Aniversário - Manuel José E. Camarada


FELIZ ANIVERSÁRIO
MANUEL JOSÉ ENCARNAÇÃO CAMARADA
NASCIDO EM 1951-11-20
A vida tem tantas surpresas, e logo de manhã acordar e ver mesa posta, bem decorada para um pequeno-almoço em dia de festa de anos, é bem saboroso e agradável, que alguém dispôs de cuidados e afectos, para celebrar e festejar um dia diferente de muitos outros.
Fazer 66 anos, é uma data que merece muita satisfação, e sobretudo de neste novo tempo, gozar da saúde e a paz familiar necessária, para ao longo do dia receber dos amigos as mais belas palavras de felicitações.
Decerto, que o telefone ou o telemóvel não para de dar sinal, as mensagens são muitas, vindas de muitos lugares e sítios dos amigos que neste dia têm na sua agenda o teu dia de aniversário. O sorriso, é sempre uma expressão de alegria e afecto pela mensagem engraçada e com algum engenho de fazer rir e lembrar coisas que nem lembra a muita boa gente. A gargalhada, também expressa um bom momento de satisfação, e dizer, eh lá, é verdade, como o tempo passa, e não damos conta disso, mas é bom recordar a amizade que marcou em tempos, bons episódios que hoje fazem falta e que são uma adrenalina de vida confortável.
Os amigos de Madina Mandinga, aproveitam esta data, para felicitar-te com muita alegria, serenidade e paz, desejando tudo de bom e melhor para ti, tornando extensivo à tua família e amigos de maior proximidade.
Que ao acender das velas, 65 anos, e ao partir do bolo, não falte o acompanhado champanhe, bebida apetecível e muito própria nestes eventos.
Brindar os parabéns, num caloroso abraço, é ter a certeza que este tempo e dia muito especial, te traga as melhores prendas e lembranças bem desejadas. Que a tua felicidade neste dia toque bem fundo os corações familiares que te rodeiam, e partilham contigo esta celebração, tornando-a numa festa de verdadeiro Aniversário.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Aniversário - José dos Santos Sousa


HOJE, É FESTA DE ANIVERSÁRIO
DO
JOSÉ SANTOS SOUSA
1952-11-08-2017
É uma enorme alegria, festejar o aniversário do nosso amigo, nascido na data mencionada. Todo o pensamento está cheio de colorido outonal, e a palavra Feliz Aniversário, inicia com a esperança de vida, que é para ser longa. Fazer 65 anos, é entrar numa etapa da vida considerada madura, em que na maioria dos casos, já se é ou (são avós), mas que também é uma bonita idade que concede alguns méritos nas mais variadas coisas ou ocasiões.
Celebrar um novo aniversário, é sentir uma festa diferente, um motivo social que faz atrair novos amigos, que nas suas longas conversas arrastam consigo outros pessoas e novos nomes, novas referências para criar novas amizades.
Que hoje, o teu dia esteja à altura de todo teu merecimento, porque os amigos começam de manhã cedo, a manifestar-se, preparando mensagens e palavras de satisfação e agrado.
A maioria dos amigos muitas vezes estão distantes, mas são sempre os primeiros a dizer que estão muito perto para lhe darem um abraço de parabéns ou felicitações, porque a amizade marca uma presença, e é sempre mais forte do que a distância.
Nada marca uma data tão importante, quanta a amizade que se criou em tempos nunca imaginados, mas que sempre e agora, quando cada um tenta recordar as memórias do passado e que, as tornam presente, relembrando factos, e as sensações dos diálogos confidenciais.
Os amigos de Madina Mandinga, também pretendem neste dia do teu aniversário, registar com muito agrado e simpatia fazendo-se presentes, para num abrir de vozes, dizer ao José Sousa, Feliz Aniversário. Que se repita por muitos e longos anos de vida.
A família e os amigos mais chegados, são os portadores das felicitações, onde cruzam olhares e sorrisos de bem-estar nesta tua comemoração natalícia. Que ao partir do bolo, registado com duas simples velas com os número 65, não falte o estrondo da abertura do delicioso champanhe da praxe, e em coro o abraço de felicitações.
Ao amigo José, o padeiro, num caloroso abraço, desejamos o melhor dos melhores aniversários, e que a saúde e a alegria de viver seja um contínuo padrão diário.
Feliz aniversário.

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Fazemos Memória


À MEMÓRIA DOS EX-MILITARES DA 1ª COMPANHIA,BART 6523
LEÕES DE MADINA MANDINGA
Neste dia 1 de Novembro, celebramos a solenidade de Todos os Santos, costume que vem já do séc. IX para toda a Igreja.
A nota característica desta festa encontrámo-la no cântico de entrada da missa:  
-Alegremo-nos todos no Senhor e celebremos festivamente este dia, em honra de Todos os Santos…
É realmente uma festa de família para o Povo de Deus. Ao mesmo tempo que nos regozijamos com os nossos irmãos que já estão na glória, sentimos o parentesco que nos une não apenas com todos quantos foram baptizados em Cristo, mas também com aqueles homens do Antigo Testamento, que hoje gozam de Deus no céu.
É a festa da esperança. O pensamento do céu, nossa verdadeira pátria, (cfr. Heb 13, 14) dá mais seriedade aos nossos pensamentos e traz mais calma para as nossas penas, fazendo-nos viver na intimidade dos que vivem no além a quem rezamos e que por nós oram.
É nesta atitude de orantes, que memorizamos aqueles que em tempos partilharam connosco suas vidas e vivências, e que hoje gozam da felicidade de Deus. Esta ausência distante no mundo de Deus, invoca saudade, silêncio, ausência de palavras, tesouro onde se guardaram segredos, afectos e muitos outros actos de amor e de felicidade não concretizadas.
O homem, nasceu criado do pó da terra, e à terra volta para ser recriado e trabalhado nas mãos do oleiro que origina a vida, o Senhor Deus, criador dos céus e da terra.
Sl 23 (24), 1-2.3-4ab.5-6 (R. cf. 6)
Deus, tudo colocou ao nosso serviço para melhor O servirmos e amarmos. Se soubermos fazer bom uso das criaturas, elas proclamarão connosco as glórias do Senhor, porque o Oleiro da vida e da morte, é o Senhor Deus.                                                           
Carlos Florival Monteiro
Alferes Milº.
Atirador
1º. Pel.
Fernando Brito
1º Sargento
Artilharia
Lázaro Martins Loureiro
Furriel Milº.
Mecânico
José Maria Carneiro Maia
1º. Cabo
Enfermeiro
Manuel Ribeiro Aparício
1º. Cabo
Condutor (farturas)

António José Pinto Sousa
1º. Cabo
Atirador
António Pereira Alves
1º. Cabo
Apontador
António da Silva Pereira
1º. Cabo
Atirador
3º. Pel.
António José Ventura Oliveira
1º. Cabo
Cozinheiro
Israel Alves de Oliveira
1º. Cabo
Atirador
. Pel
José Manuel Oliveira Mosca
Soldado
Atirador
Fernando A. Baltazar Covas
Soldado
Atirador
. Pel
António Ramos de Aquino
Soldado
Atirador
. Pel
Afonso Jesus Ribeiro
Soldado
Atirador
. Pel
José Bastos Martins
Soldado
Cozinheiro
António Raúl Pinto Silvano
Soldado
Condutor
Domingos de Sousa
Soldado
Condutor
Daniel Sousa Neves
Soldado
Atirador
Joaquim Vale de Sousa
Soldado
Atirador
Joaquim Fernando P. Costa
Soldado
Atirador
1º. Pel.
Manuel Virgílio Oliveira Lima
Soldado
Transmissões
Marcolino Nascimento Vila
Soldado
Condutor
Fernando Maia da Cunha
Soldado
Messe

José Meireles Fraga
Soldado
Condutor
Joaquim Antº. Amador Pereira
Soldado
Atirador
António da Silva Frias
Soldado
Atirador
. Pel
Domingos José Teixeira
Soldado
Cantina
Januário Vilaça Ferreira
Soldado
Atirador
Guiné
          
 Onde estás Senhor?     
                                
Onde estás, Senhor, que eu não te ouço?
Onde estás, Senhor que eu não te vejo?
Onde estás, Senhor?
Eu acredito! Onde estás, Senhor, eu te desejo.
Quem sou eu, Senhor? – Um peregrino
a caminho vou da eternidade
Só Tu, és Senhor, o meu caminho,
Só Tu és a Luz e a Verdade.                         
José Manuel Graça Teixeira Gaipo